A Tecmóbili usa cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar
em "ok, prosseguir" você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Detalhes

whatsapp tecmobili
Home / Blog

Grupos de WhatsApp no Condomínio: dicas e cuidados

VOLTAR PARA TODOS OS POSTS Escrito por:

Data: 25/06/2021

Os grupos de WhatsApp no condomínio podem ser muito úteis para a comunicação entre síndicos e moradores. Continue lendo e saiba mais sobre o tema.

Como os grupos de WhatsApp no condomínio podem ajudar?

Em primeiro lugar, a comunicação digital é uma tendência tecnológica que impacta diversas empresas e pessoas. 

Não é que a comunicação tradicional em quadros e elevadores, por exemplo, não funcione. É importante manter essa comunicação uma vez que nem todos têm acesso a conexão de internet.

A questão é que grupos de WhatsApp no condomínio podem atingir diversos moradores, inclusive aqueles condôminos que não participam das assembleias. 

Só no Brasil, são 127 milhões de pessoas que utilizam as diversas funcionalidades do WhatsApp . O sucesso se dá pela instantaneidade das mensagens, facilidade no envio de áudios, fotos e vídeos, por exemplo, além da possibilidade de criar conversas coletivas através de grupos.

Por fim, o síndico pode aproveitar dessas facilidades para criar um relacionamento transparente com os condôminos, além de otimizar seu tempo e esforços. 

Leia também: Harmonia no condomínio: 5 dicas para ajudar no dia-a-dia

Dicas e cuidados para utilizar grupos de WhatsApp no condomínio

A princípio, para que os grupos de WhatsApp sejam utilizados de maneira assertiva pelos condôminos e síndicos, é fundamental criar orientações.

O mau uso do WhatsApp é capaz de implicar em processos judiciais, além de não cumprir com a sua finalidade que é facilitar a comunicação de interesses coletivos. Veja algumas dicas que não vão permitir com que isso aconteça:

Discuta o assunto em Assembleia

Em primeiro lugar, antes de criar grupos de WhatsApp  no condomínio, é importante que o síndico proponha a ideia em assembleia para verificar qual é o nível de aprovação dos moradores. 

Caso a maioria dos condôminos tenha interesse em participar do grupo e alguns não queiram ser adicionados, o gestor do condomínio deve respeitar os interesses individuais e inserir no grupo somente os interessados.

Crie regras para utilização

É importante criar regras para que os grupos de WhatsApp no condomínio desempenhem seu objetivo. 

A função de criar regras é do síndico desde o início da criação do grupo, isso implica em informar:

  • Quais assuntos devem ser tratados e quais são proibidos;
  • Regras de boa convivência;
  • Horários para o grupo silenciar;
  • Quem pode interagir, entre outras questões.

Todas essas ações contribuem para que os assuntos sejam resolvidos, ou seja, assuntos de interesse comum. 

Por fim, e não menos importante, mensagens de “bom dia”, “boa noite” ou o envio de memes e vídeos, por exemplo, não tem nada a ver com o objetivo do grupo. Portanto, cuidado com as mensagens aleatórias.  

Fale com os condôminos sobre possíveis sanções

Além das regras e políticas dos grupos de WhatsApp, é importante deixar claro que todos os participantes que expuseram críticas sem fundamentos e xingamentos, por exemplo, podem ser passíveis de ações judiciais, entre outras situações desagradáveis. 

Fique de olho na interação e não deixe ninguém sem resposta

De que adianta criar um grupo com os condôminos e os síndicos se, quando fizerem um questionamento, ficarem sem resposta? 

É fundamental que o síndico não deixe os condôminos sem esclarecimentos. Respostas rápidas são necessárias para estreitar relações! Caso o síndico esteja ocupado, o ideal é informar que em breve ele vai retornar. 

Fique de olho nas conversas coletivas e as individuais

Imagine, por exemplo, que você está em um dos grupos de WhatsApp do condomínio e em algum momento do dia surge uma conversa entre o síndico e um dos condôminos sobre um vazamento ou problema elétrico.

Conversas pessoais em um grupo comunitário são desagradáveis, certo? Portanto, é importante separar as conversas.

Quando a conversa é relacionada a apenas um condômino ou uma parcela deles, faça uma conversa privada para não atrapalhar os outros moradores e tornar o grupo cansativo. 

A administradora de condomínios pode te ajudar com essa missão!

Todavia, não é recomendável que a administradora de condomínios seja incluída nos grupos internos. No entanto, ela deve estar disponível para orientar o síndico e o condomínio de forma objetiva e estruturada para prestar esclarecimentos, caso seja necessário.

Aqui na Tecmóbili, nosso objetivo é claro: pôr fim na dor de cabeça dos síndicos, construtoras, incorporadoras e moradores. Dessa forma, conheça alguns dos nossos serviços disponíveis:

  • Malote online;
  • Pasta Virtual;
  • Assembleia virtual;
  • Equipe de especialistas sempre disponível;
  • Gestão de conflitos e muito mais!

Em outras palavras, oferecemos soluções digitais para garantir eficiência e praticidade para o seu dia-a-dia, além de outras vantagens. Entre em contato para conhecer outros benefícios.

Compartilhe:

linkedin tecmobili facebook tecmobili

Posts relacionados

Criado e Desenvolvido por: Agência Zíriga