A Tecmóbili usa cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar
em "ok, prosseguir" você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Detalhes

whatsapp tecmobili
Home / Blog

O PAPEL DAS ADMINISTRADORAS NA PREVENÇÃO DO COVID-19

VOLTAR PARA TODOS OS POSTS Escrito por:

Data: 18/05/2020

Diante do avanço global do coronavírus (Covid-19) e a situação de emergência de transmissão do vírus, tomamos alguns cuidados que são essenciais para evitar a disseminação do mesmo. Assim como em toda sociedade, nos condomínios também cabe a conscientização coletiva.

Em conformidade com as diretrizes do Ministério da Saúde, preparamos uma lista de cuidados que devem ser tomados pelos condomínios para ajudar a frear essa disseminação.

O condomínio, diante da situação, deve adotar as seguintes medidas: 

1. Áreas de lazer

Academias de ginástica, espaço kids, brinquedotecas, playgrounds, salão de jogos, salão de festas, áreas esportivas, piscina, área de churrasqueira entre outras, devem ser fechadas. 

2. Instalação de dispensers de álcool gel (70%) nas áreas comuns

Recomenda-se, no mínimo, as instalações nos seguintes pontos:

– Entrada social e de serviço do condomínio, próximo ao portão, ao dispositivo de acesso por biometria e a catraca;

– Próximo aos elevadores sociais e de serviço do subsolo e do térreo;

– Próximo ao acesso a escadas;

– Áreas de circulação e acesso de pessoas.

3. Circulação nas áreas comuns

– Não permitir aglomeração de pessoas;

– Orientar os moradores por meio de cartazes, folhetos e sinalizações eletrônicas para as seguintes precauções: 

– Evitar circular pelas áreas comuns;

– Realizar a assepsia das mãos antes de sair de casa e ao voltar para casa, de acordo com as orientações corretas de higienização;

– Sempre que possível, usar o elevador sozinho ou com pessoas do mesmo apartamento ou família; não entrar em elevador cheio e não conversar dentro do elevador.

4. Empregadas domésticas/diaristas

Orientar os moradores a suspender temporariamente o trabalho de empregadas domésticas ou diaristas, principalmente as que não residem no trabalho. Caso seja inviável, recomendar as recomendações de circulações nas áreas comuns demonstradas nesse texto, com a finalidade de que tomem os devidos cuidados na residência. 

5. Obras, Assembléias, Reuniões e Festas

Não permitir a realização de obras, exceto emergenciais. Assembléias e reuniões presenciais não devem ser convocadas, caso elas sejam inadiáveis, o ideal é utilizar ferramentas para realizar as reuniões online e poder tratar dos assuntos. Algumas alternativas para realizar as reuniões são: Skype e Google Hangouts Meet.

Festas, assim como visitas, neste momento não são bem vindas e não são recomendadas. Depois que isso tudo passar, você vai poder comemorar com sua família e amigos estando saudável.  

6. Isolamento domiciliar 

Os moradores, especialmente pessoas com sintomas respiratórios, devem receber orientações para permanecer em isolamento domiciliar por 14 dias, contados da data de início dos sintomas. Caso exista a extrema necessidade de sair de casa, o ideal é usar máscara. Demais orientações sobre o isolamento domiciliar e sintomas da doença estão disponíveis na página da Prefeitura de São Paulo

7. Caso suspeito ou confirmado de Covid-19

Em caso positivo para doença, o síndico deve avisar imediatamente a administradora do condomínio, com a finalidade de que a empresa informe aos demais moradoras através das medidas cabíveis: Preservar a identidade do paciente e reforçar as orientações gerais de prevenção. É preciso reforçar as orientações de isolamento domiciliar do condômino e dos contatos intradomiciliares. As medidas não farmacológicas descritas nesse post devem ser impostas com rigor pelo síndico, principalmente em casos positivos confirmados.

8. Orientações gerais para os funcionários.

Identificar, antecipar férias ou afastar funcionários que possuam fatores de risco para agravamento da COVID-19, sendo: funcionários acima de 60 anos; gestantes e lactantes; funcionários com doenças ou que tenham qualquer condição de risco no desenvolvimento de sintomas graves decorrentes ao COVID-19 como diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares, doenças pulmonares, pacientes com câncer, pacientes imunossuprimidos ou em uso de medicação imunossupressora. 

– Reorganizar a jornada de trabalho implantando escalas diferenciadas com horários de turnos que driblam os horários de pico no transporte público.

– Funcionários que tenham regressado do exterior devem ser observados e, mesmo sem sintomas, realizar isolamento pelo período de 14 dias contados da data do reingresso;

– Afastar, de forma imediata, o funcionário que apresentar sintomas respiratórios durante o trabalho e fornecer máscara para que ele possa se locomover;

– Garantir que os funcionários tenham acesso a local adequado para lavagem frequente das mãos, bem como itens como sabonete líquido e toalhas de papel descartável. 

– Álcool em gel para uso dos funcionários em pontos estratégicos é de suma importância.

Neste momento delicado, é importante e fundamental munir-se de transformações para frear a disseminação do vírus e influenciar diretamente para que essa curva de transmissão não cresça. Por isso, conscientizar nossos colaboradores com informações e medidas corretas – combatendo, principalmente, a fake news – é tão importante pra nós. Procure se informar através de fontes confiáveis como grandes veículos e autoridades no assunto, além dos informes oficiais do governo.

Juntos, vamos combater essa pandemia! 

Compartilhe:

linkedin tecmobili facebook tecmobili

Posts relacionados

Criado e Desenvolvido por: Agência Zíriga